#87 Tomorrowland: Um Lugar Onde Nada É Impossível (2015)

TomorrowlandTalvez o maior problema deste filme seja não entregar o que ele prometeu ao público, “um lugar onde nada é impossível”.

Foi o que esperei ao ver esta obra, um lugar mágico como o mostrado no trailer quando a garota toca no bottom. Pura ilusão, não é o que acontece. A sensação que tive é de ter sido ludibriado.

Mostrando um mundo pessimista, sem esperanças e perspectiva, o futuro da humanidade recaí nas costas da jovem Casey, otimista convicta e o peixe fora d’água no meio de desiludidos, ela precisa salvar o planeta antes que ele seja destruído. Tudo muito forçado.

Tem boas cenas, é inventivo e a cena da Torre Eiffel foi maneira, mas só. Devia ter apostado mais em cenas em Tomorrowland e menos na Terra.

Curiosidade. O estúdio Disney esperava com este primeiro filme uma franquia ao molde do “Piratas do Caribe”, já que o filme também foi inspirado num brinquedo do parque, com mesmo nome. Com bilheteria mediana, o valor arrecadado não foi suficiente para cobrir o custo de produção e divulgação, as possíveis continuações ganharam sinal vermelho.

Nota do público: 6.6 (IMDB)
Nota dos críticos: 50%(Rotten Tomatoes)

Bilheterias
EUA – $94 milhões
Mundo – $208 milhões


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s