#70 Virando a Página (2014)

Virando a PáginaEscritor de roteiros, vencedor do Oscar, em mau momento profissional, aceita lecionar em uma Universidade no interior dos EUA.

O filme brinca com a ideia das mazelas de ser ganhador de um Oscar. O personagem Keith Michaels mantém o charme inglês do ator Hugh Grant, e mesmo negligenciando as pessoas a sua volta e seus alunos, é carismático.

Mas o grande lance desse filme é a presença leve e espirituosa da atriz Marisa Tomei e sua Holly Carpenter. Ela pode não ser uma grande estrela mundial, mas é vencedora do Oscar de melhor atriz (coadjuvante), com outras duas indicações na categoria, e transita muito bem entre comédia e drama, sem vaidades e medo de se entregar em filmes e papéis menores. Por isso tenho um grande respeito por ela.

É um filme bonitinho que fala sobre superação de forma despretensiosa. Obras como esta são deliciosas de serem vistas, ainda mais em dias chuvosos como o de hoje em São Paulo, e daí que são clichês? Emociona e faz bem a alma!

Novos começos ou recomeços.

Curiosidade. O diretor Marc Lawrence, dirigiu ao todo quatro longas metragens e em todos eles ele contou com o ator Hugh Grant, no elenco.

Nota do público: 6.2 (IMDB)
Nota dos críticos: 64%(Rotten Tomatoes)


Um comentário sobre “#70 Virando a Página (2014)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s